O dia em que “Hulk” precisou de um implante coclear

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Lou Ferrigno foi o ator encarregado de interpretar o Incrível Hulk na série de televisão transmitida entre as décadas de 70 e 80. Ele tem perda auditiva neurossensorial, mas já tem um implante coclear para tratá-la.

Um super-herói pode precisar de um implante coclear? Bom, o Hulk sim. Está bem, não o próprio Hulk, mas o ator que deu vida ao enfurecido personagem de uma popular série de televisão e alguns filmes que foram transmitidos entre 1977 e 1990: Lou Ferrigno. E por que ele precisou de um implante coclear? Porque até um super-herói pode ter perda auditiva.

No caso de Ferrigno, trata-se de uma perda auditiva neurossensorial. Mesmo tendo convivido desde os quatro anos de idade com a perda auditiva e com o uso de aparelhos auditivos, somente aos 69 anos disse sim a um implante coclear.

 

>>O que é a perda auditiva?<<

 

Por que demorou tanto? O próprio Lou  contou a diferentes meios de comunicação: “Escutei muita informação incorreta ao longo dos anos sobre os implantes cocleares, mas um amigo meu recebeu o dispositivo e passou de ter 15% de compreensão das palavras antes do implante a 95% com o implante “.

 

Sou uma pessoa que passou quase toda a vida com perda auditiva profunda, portanto, se este implante coclear já está funcionando para mim, pode significar também esperança para outras pessoas. Gostaria de ter prestado atenção ao implante coclear antes. Não existe vergonha na perda auditiva e seu tratamento".

Lou Ferrigno

Ator e duas vezes campeão mundial de fisiculturismo.

Ferrigno precisou de um implante coclear porque seus níveis de perda auditiva tornavam impossível a escuta até mesmo com o uso de aparelhos auditivos. Então a opção mais clara que tinha era essa: um implante, especificamente o CochlearTM Nucleus® Profile, acompanhado do processador de som Cochlear Kanso 2. Agora o seu ouvido direito é mais poderoso.

O que é a perda auditiva neurossensorial?

Uma resposta curta poderia ser que é uma perda auditiva causada por uma lesão no ouvido interno ou no nervo que leva os sinais sonoros ao cérebro. Pode ser, como outras perdas auditivas: leve, moderada, severa ou profunda, de acordo com o nível da perda. A de Lou Ferrigno era profunda.

Há várias causas da perda auditiva neurossensorial. Pode ser congênita (de nascimento), mas também pode ser ocasionada por outras circunstâncias:

Lou, desde os quatro anos de idade, teve infecções repetitivas que terminaram acometendo o bom funcionamento dos seus ouvidos. 

Para determinar o tipo de perda auditiva e o nível, é necessário realizar uma série de testes que possibilitarão saber qual é o melhor tratamento para cada caso.

Como se trata a perda auditiva neurossensorial?

A perda auditiva neurossensorial faz com que se sintam os sons mais “baixos” e difíceis de compreender, especialmente em ambientes barulhentos. 

Meu implante coclear me levou rapidamente a um novo nível de audição. É como se estivesse revivendo minha vida".

Lou Ferrigno

Ainda que, como no caso do ator Lou Ferrigno, possa ser tratada com aparelhos auditivos, quando a perda é severa ou profunda, a melhor opção é o implante coclear, pois permitirá que os sons vão corretamente até o ouvido interno e depois ao cérebro.

Os benefícios de um implante coclear para a perda auditiva neurossensorial

Depois de receber um implante coclear e após ligar o processador de som, toda pessoa implantada precisará de um processo de reabilitação, uma espécie de treinamento para “aprender” a ouvir de novo.

Mas os benefícios começam a ser percebidos. “Posso escutar as letras ¨s¨. Não pude por muito tempo escutar as consoantes com clareza, ou talvez nunca as tivesse escutado antes. Já tenho uma melhor dicção e claridade na fala. Agora não tenho que me esforçar muito para escutar”, afirmou Ferrigno quando perguntado sobre seu implante

Ferrigno voltou a escutar pequenos sons que tinha esquecido que existiam: desde os sons do ambiente até o barulho de certos eletrodomésticos.

Além disso, está claro que as perdas auditivas sem tratamento podem afetar as pessoas emocionalmente, mas aqueles que decidem tratar a sua perda auditiva recuperam aspectos de sua vida como a possibilidade de socializar, voltar ao trabalho, a independência ou a oportunidade de retomar atividades de lazer abandonadas.  

Como saber se você tem perda auditiva?

Existem vários sinais que podem indicar que uma pessoa tem uma possível perda auditiva:

Estes são sinais de que a pessoa pode estar apresentando uma perda auditiva. É uma boa ideia consultar um especialista para encontrar uma resposta às suas dúvidas ou a melhor solução possível se realmente for diagnosticada uma perda auditiva.

Isenção de responsabilidade

Procure aconselhamento junto do seu profissional de saúde sobre os tratamentos para a perda auditiva. Os resultados podem variar e o seu profissional de saúde irá aconselhá-lo acerca dos fatores que podem afetar o seu resultado. Leia sempre as instruções de uso. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países. Contacte o seu representante local da Cochlear para obter informações sobre os produtos.

D1907342