Como a saúde emocional é afetada com a perda auditiva?

Saúde emocional por perda auditiva
setembro 8, 2020

Muitas pessoas que convivem com a perda auditiva podem sentir algum incômodo com o seu bem-estar emocional. A perda pode causar isolamento que afeta a funcionalidade global e cria obstáculos para as atividades diárias.

As perdas auditivas podem ser mais do que deixar de ouvir corretamente. Pense em situações como a vida profissional, as reuniões familiares ou o simples fato de poder manter uma conversa com outra pessoa.

Porém, principalmente, a perda auditiva está associada com casos de deterioração cognitiva como demência e transtornos da saúde mental como a ansiedade e depressão, segundo consta no artigo Perda auditiva: transcendência, incidência e prevalência¹, e que são mais evidentes nas pessoas que não receberam nenhum tratamento ou cuja solução auditiva tenha deixado de funcionar corretamente.

Não se trata de um assunto sem muita relevância. O isolamento e a solidão em que podem estar inseridas as pessoas com perda auditiva podem ter um impacto no seu bem-estar emocional e mental e, mesmo podendo afetar qualquer pessoa, se nota mais comumente nos idosos.

“As pessoas com perda auditiva demonstram uma taxa acelerada de deterioração cognitiva de 30 a 40% e um risco 24% maior de deterioração cognitiva incidente durante um período de 6 anos em comparação com as pessoas com audição normal”, indicam os resultados da pesquisa Perda auditiva e deterioração cognitiva em idosos², publicado pela revista acadêmica Jama (Journal of the American Medical Association).

Quais são as causas da perda auditiva?

Há muitas causas que levam à perda auditiva. Desde problemas genéticos até a exposição a barulhos extremamente fortes, passando pelo uso de medicamentos ototóxicos ou até a ausência de um esquema de vacinação completo nos menores de idade.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 60 % dos casos de perda auditiva se originam de causas preveníveis³. No entanto, é igualmente correto dizer que, depois dos 60 anos de idade, a audição diminui —em média— um decibel por ano⁴. Também é certo que a perda auditiva relacionada com o envelhecimento (presbiacusia) é uma condição prevalente, ou seja, que ocorre com maior frequência. 

Isso, no entanto, não significa que se deva normalizar a perda auditiva com o passar dos anos, menos ainda se for possível evitar ou diminuir os seus efeitos. O importante é o tratamento oportuno para evitar que as pessoas com perda auditiva sofram também problemas emocionais ou psicológicos.

Consequências na saúde emocional por causa da perda auditiva

A Organização Mundial da Saúde reconhece que os problemas de comunicação causados pela perda auditiva ou surdez “podem ter efeitos importantes na vida cotidiana e gerar a sensação de solidão, isolamento e frustração, principalmente nos idosos que têm perda auditiva”⁵.

É por isso que oferecer soluções como os aparelhos auditivos, os implantes cocleares ou os implantes de condução óssea, dependendo do tipo e nível de perda auditiva que se apresente, são alternativas para tratar a solidão das pessoas com perda auditiva. 

Talvez seja do seu interesse ler: Que é a perda auditiva (hipoacusia) ou surdez?

Estar atento à saúde auditiva dos idosos é também uma maneira de velar por sua saúde mental e seu bem-estar emocional. Aprenda a identificar alguns sinais. Podem estar perdendo a capacidade de ouvir se: 

  • Tendem a pedir às pessoas que repitam o que disseram;
  • Sobem o volume da televisão ou do rádio cada vez mais;
  • Torna-se difícil acompanhar as conversas;
  • Fala em um volume muito alto;
  • Escutam, mas não entendem o que se está falando.

Tenha em conta
A informação neste guia é somente para fins educativos e não tem a intenção de diagnosticar, prescrever tratamento ou substituir o conselho do médico. Consulte o seu médico ou profissional da saúde sobre os tratamentos para a perda da audição. Eles poderão assessorar sobre uma solução adequada para a sua condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser usados somente segundo as indicações do seu médico ou profissional da saúde. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países. Por favor, entre em contato com seu representante local da Cochlear™.

Referencias
¹ https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0716864016301055
² https://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/fullarticle/1558452?buffer_share=f2d51&utm_source=buffer
³ https://www.who.int/es/news-room/fact-sheets/detail/deafness-and-hearing-loss
⁴ https://escucharahoraysiempre.com/blog/hipoacusia-en-adultos-mayores-perdida-de-audicion-y-deterioro-de-calidad-de-vida/
⁵ https://www.who.int/es/news-room/fact-sheets/detail/deafness-and-hearing-loss

D1756231