Benefícios do implante coclear: sua história e desenvolvimento tecnológico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

De onde os implantes cocleares vêm? Como mudaram ao longo dos anos? Por que representam uma solução confiável para a perda auditiva?

História do implante coclear

Imagine poder ajudar uma pessoa a voltar a escutar. Claro que quando Alessandro Volta, em 1790 descobriu que podia estimular o ouvido com impulsos elétricos, talvez não imaginasse que estava marcando o caminho do que hoje se conhece como implante coclear e nem os benefícios que isso traria.

Não foi até 1957 — e após várias tentativas e testes de diferentes tipos — quando os cirurgiões André Djourno e Charles Eyriès, em Paris, comprovaram com efetividade que, com a estimulação elétrica da cóclea, era possível que uma pessoa com perda auditiva voltasse a escutar. 

Djourno e Eyriès introduziram um fio de cobre até a cóclea de uma pessoa totalmente surda que pôde perceber alguns sons. Foi algo temporário: a solução falhou com o tempo e Eyriès desistiu de continuar tentando, mas de qualquer maneira, a ideia do implante coclear já tinha nascido. 

Djourno continuou com os testes. E apareceram outros especialistas, médicos, engenheiros que foram afinando o implante, dando forma, ampliando suas possibilidades. Houve pesquisas na Europa, na América e na Oceania.

Todos esses anos e pesquisas, todas essas ideias, testes, falhas e acertos, permitiram que, em 1978, Rod Saunders se tornasse a primeira pessoa em receber um implante coclear, recuperar a audição e entender a fala das outras pessoas novamente¹.

Naquele momento, foi chamado de ouvido biônico. A cirurgia para implantá-lo foi realizada no Royal Victorian Eye and Ear Hospital, em Melbourne, Austrália, no dia 1° de agosto de 1978². O responsável pela cirurgia foi o otorrinolaringologista Graeme Clark.

No entanto, a história de Graeme Clark é um pouco mais longa: seu interesse em encontrar um tratamento para a surdez teve como inspiração a sua própria família.

Em que momento decidiu dedicar sua vida ao tratamento da surdez —, perguntaram ao doutor Clark em uma entrevista publicada na página web da Academia Australiana de Ciências³.

Acho que foi quando me dei conta da perda auditiva do meu pai —, respondeu.

Foi a experiência de ver seu pai pedindo aos clientes da farmácia que gerenciava que falassem mais alto o que influenciou as decisões profissionais e científicas do doutor Clark e o levaram a buscar, encontrar e desenvolver uma opção confiável para tratar a perda auditiva: um dispositivo auditivo, eletrônico e implantável. 

O empenho e a dedicação do doutor Clark tornaram realidade o que outros consideraram impossível. Sua conquista, além do mais, foi o ponto de partida para a Cochlear™ Limited que nasceu com a clara intenção de fazer com que o implante coclear multicanal chegasse a pessoas de todo o mundo.

Graeme Clark

Como o implante coclear evoluiu?

No caso da Cochlear, o trajeto dos seus implantes cocleares pode ser observado neste infográfico.

Historia implante coclear

A cada novo desenvolvimento dos implantes cocleares (que são a parte interna de uma solução para a perda auditiva, a externa é o processador de som) são conquistados melhores resultados auditivos e confiabilidade para seus usuários.

 

<<Saiba o que é a confiabilidade de um implante coclear>>


São cada vez mais finos e com desenhos que permitem que sejam adaptados com maior naturalidade à forma do ouvido interno, ficando mais bem localizados e oferecendo uma experiência auditiva mais completa para seus usuários.

O implante coclear tem demonstrado ser um dispositivo seguro e confiável para as pessoas com perdas auditivas e essa é a sua importância. São um desenvolvimento da ciência que dá uma nova oportunidade às pessoas com perda auditiva de desfrutar o sentido da audição. 


<<Não importa o modelo do componente interno do seu implante coclear, agora você pode usar o Nucleus® 7>>

Por que um implante coclear pode melhorar a vida?

A perda auditiva traz consequências que vão mais além de não poder escutar. Afeta, se for congênita, o correto desenvolvimento da fala e da linguagem e a interação social, a possibilidade de estudar ou trabalhar. Até mesmo nos idosos, a perda auditiva está relacionada com doenças de ordem mental.

Receber um implante coclear permite não somente recuperar (ou melhorar) a audição, mas também melhorar a qualidade de vida, permitir o desenvolvimento da linguagem e do desenvolvimento das habilidades linguísticas das crianças com perda auditiva congênita. 

Qualquer pessoa com perda auditiva, sem diferenciar adultos ou crianças (especialmente se o diagnóstico da perda auditiva for precoce), poderá perceber os benefícios de um implante coclear, sempre que estiver acompanhado da reabilitação necessária e adequada.

Isenção de responsabilidade

A informação neste guia é somente para fins educativos e não tem a intenção de diagnosticar, prescrever tratamento ou substituir o conselho do médico. Consulte o seu médico ou profissional da saúde sobre os tratamentos para a perda da audição. Eles poderão assessorar sobre uma solução adequada para a sua condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser usados somente segundo as indicações do seu médico ou profissional da saúde. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países. Por favor, entre em contato com seu representante local da Cochlear™.

D1866843