Perda auditiva devido à idade: é um problema para realizar um implante coclear?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Calcula-se que 60% das pessoas com mais de 70 anos possam apresentar uma perda auditiva a partir de 25 decibéis¹. A perda relacionada com a idade é uma realidade. O implante coclear pode ser uma solução.

A perda auditiva por causa da idade é uma realidade que os idosos têm que enfrentar. O estudo Perda Auditiva (Hipoacusia): transcendência, incidência e prevalência sinaliza que essa diminuição na capacidade de escutar começa a se manifestar a partir dos 50 anos de idade.

Esse processo natural (e tratável, algo que não se deve ignorar) é conhecido como presbiacusia. 

Uma solução para essa perda na capacidade de escutar é, justamente, o implante coclear, que pode ser recomendado pelos especialistas em audição, dependendo, certamente, de uma série de testes que identifiquem o grau de perda auditiva presente e as características de cada pessoa. 

Os idosos podem receber um implante coclear, mas serão os especialistas em saúde auditiva que determinarão, de acordo com as características de cada pessoa, a possibilidade de realizar a cirurgia de implante coclear. Mas a idade não é, em um primeiro momento, um impedimento para realizar o implante.

Que é a presbiacusia?

Trata-se de um fenômeno biológico que pode afetar qualquer idoso. Entre as suas consequências está a redução em certas atividades sociais como o ato de conversar, o que, por sua vez, causa o isolamento afetando o bem-estar mental e a saúde emocional de quem tem a perda e não a trata.

Assumir a perda auditiva como uma circunstância a mais da vida e, por isso mesmo, não a tratar, é um erro que não se deveria cometer, especialmente porque há soluções para recuperá-la e não ter que experimentar as consequências por não fazê-lo.

Relação entre a idade, a poluição auditiva e a perda auditiva

Há outras causas que estão relacionadas à perda auditiva devido à idade. Uma delas é a exposição contínua a barulhos altos. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o nível mais alto admissível de exposição a barulho no ambiente de trabalho (quando se trata de trabalho operativo e com máquinas) é de 85 decibéis (dB) durante no máximo 8 horas por dia²

A exposição constante ou rotineira a barulhos de maior intensidade pode afetar, a longo prazo, a saúde auditiva das pessoas jovens, incidindo em mais velhos (ou mais precocemente) casos de perda auditiva. 

As populações que estão expostas de maneira permanente a barulhos altos (quem mora perto de estradas/vias de muito tráfego, por exemplo), também podem notar prejudicada sua saúde auditiva.

Como saber se você está perdendo o sentido da escuta?

Há vários sinais de que você (ou algum conhecido) pode estar perdendo a audição. Estes são alguns deles:

No entanto, somente os testes diagnósticos permitirão identificar se, efetivamente, há uma perda da capacidade de escutar e qual é o grau dessa perda.

Por que não esperar o tempo passar com um problema auditivo?

Não tratar a perda auditiva pode resultar em consequências na saúde mental e no bem-estar das pessoas. A falta de tratamento pode estar associada ao que se denomina deterioração cognitiva e também com a ansiedade e depressão, segundo consta no artigo Hipoacusia: transcendência, incidência e prevalência³.

Talvez seja do seu interesse ler: Como a saúde emocional é afetada pela perda auditiva?

É por isso que, diante da suspeita de perda auditiva, é aconselhável consultar com um especialista em saúde auditiva para confirmar se é necessário buscar uma solução como o implante coclear.

Tenha em conta
A informação neste guia é somente para fins educativos e não tem a intenção de diagnosticar, prescrever tratamento ou substituir o conselho do médico. Consulte o seu médico ou profissional da saúde sobre os tratamentos para a perda da audição. Eles poderão assessorar sobre uma solução adequada para a sua condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser usados somente segundo as indicações do seu médico ou profissional da saúde. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países. Por favor, entre em contato com seu representante local da Cochlear™.

Referencias
¹ Age-related hearing loss: current research. Em: https://journals.lww.com/co-otolaryngology/Abstract/2003/10000/Age_related_hearing_loss__current_research.10.aspx
² 1100 millones de personas corren el riesgo de sufrir pérdida de audición. Em: https://www.who.int/mediacentre/news/releases/2015/ear-care/es/#:~:text=La%20OMS%20recomienda%20que%20el,de%208%20horas%20al%20d%C3%ADa.
³ https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0716864016301055

D1822045