Como acompanhar uma pessoa que acabou de receber um implante auditivo?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Após uma cirurgia para receber um implante coclear, as pessoas necessitarão do acompanhamento tanto dos seus familiares quanto dos especialistas para que se acostumem rapidamente ao uso do processador de som.

Como a perda auditiva pode ser tratada? A perda auditiva tem tratamento e é possível que pessoas que tenham deixado de escutar possam voltar a fazê-lo, ou ainda fazer com que pessoas que nunca tenham ouvido, entrem no mundo da audição. A solução para alguns tipos de perda auditiva é o implante coclear, que necessita uma cirurgia de baixa complexidade.

Claro, serão os profissionais da saúde que, de acordo com uma série de testes auditivos, determinarão em quais casos será necessário um implante coclear. 

Mas, o que acontece depois de uma cirurgia para recuperar — ou restaurar — a audição? Um processo de reabilitação no qual a pessoa implantada necessitará do acompanhamento tanto dos especialistas quanto dos seus familiares ou amigos. 

Há diferentes momentos que devemos levar em consideração depois desta cirurgia: o que vem imediatamente depois da cirurgia e o que acontecerá com o passar dos anos, assim como as possíveis atualizações dos processadores de som. Há que destacar esses momentos em partes.

Mesmo sabendo que a cirurgia de implante coclear é rotineira para os médicos otorrinolaringologistas e é considerada de baixo risco, não deixa de ser uma cirurgia na qual se utiliza anestesia geral, portanto, depois da cirurgia, a pessoa pode sentir:

 

Talvez seja do seu interesse saber: Como é uma cirurgia de implante coclear?

Cuidados necessários depois da cirurgia

Lembre-se que foi feita uma pequena incisão atrás da orelha, portanto, haverá uma bandagem para proteger a ferida enquanto estiver cicatrizando. Se você for o acompanhante, o ideal é que aprenda como limpar e cuidar da ferida. 

Para alguns casos, serão prescritos medicamentos. Certifique-se de que a pessoa operada tome a medicação tal como recomendada pelo médico. Deve-se ter cuidado com as restrições que os especialistas indicarem, evitando algumas atividades, especialmente de esforço físico. 

Por exemplo, a pessoa não poderá dirigir, portanto, é necessário contar com a ajuda de alguém que possa transportá-la. Deve-se evitar tomar banho e lavar o cabelo durante, pelo menos, uma semana. No entanto, é necessário limpar a ferida diariamente e secá-la com suavidade.  

É importante cuidar do processo de cicatrização porque quando a ferida estiver curada, o implante será ativado e o processador de som ligado, o que permitirá que a pessoa escute novamente ou pela primeira vez. 

Aprendendo a escutar com o implante coclear

A cirurgia para tratar a perda auditiva é somente uma pequena parte no processo do tratamento. Um usuário de uma solução auditiva (implante coclear ou implante de condução óssea) deverá aprender — ou reaprender — a escutar por meio desta solução. 

E é aqui onde a companhia da pessoa implantada torna-se ainda mais importante, pois será um/uma participante no seu processo de reabilitação auditiva. 

Se o acompanhamento já é importante depois da cirurgia (toda vez que os cuidados pós-operatórios necessitarem de uma atenção especial para evitar complicações com a ferida), é ainda mais necessário acompanhar a pessoa implantada no caminho para a audição.

Como se pode acompanhar uma pessoa recém-operada?

Mesmo que o implante tenha sido feito em uma só pessoa, isso afeta a todos os familiares ou o ambiente social de quem foi implantado.

Os parentes e amigos da pessoa implantada podem auxiliar no processo da reabilitação auditiva, sendo fundamental as recomendações e o acompanhamento por parte dos especialistas em audição e linguagem e a rotina diária, na qual participam os familiares. 

Poderíamos pensar que não, mas a casa é um lugar cheio de oportunidades para apoiar o processo de reabilitação auditiva, tanto para crianças quanto para adultos. 

Você pode fazer parte da estimulação no processo de reabilitação da pessoa implantada, fomentando a audição ao invés de outros métodos de comunicação, como a leitura de lábios ou a língua de sinais. 

Um processo de reabilitação pode demorar entre seis meses e um ano¹. É necessário ser constante e a ajuda e acompanhamento de outras pessoas podem tornar o processo mais positivo.

Isenção de responsabilidade

A informação neste guia é somente para fins educativos e não tem a intenção de diagnosticar, prescrever tratamento ou substituir o conselho do médico. Consulte o seu médico ou profissional da saúde sobre os tratamentos para a perda da audição. Eles poderão assessorar sobre uma solução adequada para a sua condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser usados somente segundo as indicações do seu médico ou profissional da saúde. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países. Por favor, entre em contato com seu representante local da Cochlear™.

D1866840