Por que é importante o trabalho em casa durante a reabilitação auditiva de um implante coclear

A reabilitação auditiva é a parte mais importante depois de um implante coclear. Geralmente dura entre seis meses e um ano, no entanto, a efetividade do procedimento depende em grande parte dos cuidados do paciente e seu entorno familiar.

Uma cirurgia de implante coclear tem como objetivo a recuperação auditiva e a capacidade de desenvolver e/ou compreender a linguagem oral da forma mais normal possível.

Ainda que seja um procedimento simples, os cuidados são rigorosos e necessitam atenção por parte do entorno familiar, como a base primária que permite a aprendizagem, desde experiências cotidianas.

Você pode se interessar: 3 sinais de que é hora de levar o seu processador para a revisão

Os implantes cocleares estão desenhados para ajudar os adultos e as crianças com perda auditiva que recebem pouco ou nenhum benefício dos aparelhos auditivos, porém, quando há uma reabilitação adequada podem haver outras consequências, como escutar os sons de maneira diferente, alterações do gosto, ou no desenvolvimento das habilidades de percepção auditiva e da linguagem oral, entre outras.

Para evitar estas complicações, é vital contar com os cuidados adequados durante todo o processo de recuperação. Assim que a área da cirurgia tiver cicatrizado bem e o implante estiver conectado ao processador externo, o paciente começará a trabalhar com especialistas com o objetivo de aprender a “ouvir” e assimilar os sons utilizando o implante coclear. De qualquer maneira, o trabalho essencial se desenvolve em casa, pois é aí onde os processos de comunicação constantes são gerados.

Ler: O que é a hipoacusia (perda auditiva) ou surdez?

A importância do trabalho dos pais

No caso das crianças, o trabalho dedicado dos pais se baseia em fazer com que as crianças aprendam o significado do que começam a escutar, desta forma irão aprendendo como responder e a usar palavras para expressar sentimentos ou necessidades primárias, desta forma os pais se convertem em guias para o desenvolvimento de uma linguagem verbal.

Segundo a Dra. Lilian Flores Beltrán, formada em educação especial, cognição e linguagem, existem vários fatores que determinam a reabilitação auditiva: a idade na qual o paciente é diagnosticado, o tipo e grau de hipoacusia (perda auditiva), antecedentes em processos de reabilitação auditiva e em especial, a situação e dinâmica familiar, tudo isso é vital para desenvolver uma metodologia adequada no estímulo para conseguir resultados significativos.

Neste processo também se recomenda que os pais entrem em contato com outros pais de família que viveram experiências similares com seus filhos, para trocar ideias, conselhos e ferramentas que facilitem a evolução em atividades, permitindo finalmente, a conquista de uma excelente competência linguística.

Tenha em conta
A informação neste guia é somente para fins educativos e não tem a intenção de diagnosticar, prescrever tratamento ou substituir o conselho do médico. Consulte o seu médico ou profissional da saúde sobre os tratamentos para a perda da audição. Eles poderão assessorar sobre uma solução adequada para a sua condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser usados somente segundo as indicações do seu médico ou profissional da saúde. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países. Por favor, entre em contato com seu representante local da Cochlear™.

Compartir este post​

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email