Sou um candidato para um implante coclear?

cirujano con implante coclear
junho 1, 2018

Quando os aparelhos auditivos não são a solução certa para uma pessoa com perda auditiva, um implante coclear pode ser uma boa opção. Se você tiver alguma dúvida, aqui compartilhamos informações para orientá-lo e ajudá-lo a identificar situações em sua vida que possam indicar se você é candidato a implante coclear, no entanto, essa determinação é feita apenas pelo profissional de saúde.

Um implante coclear, que é um pequeno dispositivo eletrônico, pode ser uma opção quando os aparelhos auditivos não fornecem a clareza de som necessária para entender a linguagem falada. Saiba mais sobre a perda auditiva aqui.

A intervenção precoce é fundamental. A possibilidade de melhora diminui ao longo do tempo, à medida que a perda auditiva piora, o que se torna mais crítico quando falamos em crianças: um implante pode ter benefícios imediatos aos pequenos. 

Descubra se seu filho tem hipoacusia (perda auditiva).

A reabilitação e o treinamento após a cirurgia são essenciais para alcançar a melhor audição possível.

Com isso em mente, como saber se sou candidato à cirurgia de implante coclear?

Você e seu médico podem considerar um implante coclear caso você continue a depender muito da leitura labial. Tenha em conta que você é um bom candidato ao implante se:

  • Está com perda de audição e não se beneficia do uso de aparelhos auditivos;
  • Ouve com os dois ouvidos, mas com pouca clareza;
  • Não ouve mais da metade das palavras sem ler os lábios, mesmo usando fones de ouvido;
  • Depende muito da leitura labial, apesar do uso de aparelhos auditivos

Nos casos de perda auditiva moderada para baixas freqüências, e severas a profundas em médias ou altas freqüências (conservação de baixas frequências), utiliza-se um implante coclear híbrido, destinado a preservar a audição residual, para que possamos estimular a orelha afetada de maneira elétrica e acústica ao mesmo tempo[1].

Entretanto, nos casos mais graves de perda auditiva, só é possível estimular a orelha por meio de pulsos elétricos, utilizando-se então um implante coclear convencional.

Quer saber mais sobre implantes cocleares? Confira abaixo!

A maioria das pessoas percebe um crescimento significativo em sua percepção de sons dias após o implante coclear ser ligado, ou seja, quatro a seis semanas após a cirurgia.

A compreensão da fala melhora gradualmente – a maioria dos pacientes percebe mudanças positivas nos primeiros seis meses.

Implante para adultos Cochlear

Antes de pensar em um implante coclear, é importante entender certos aspectos que incluem:

  • Um implante coclear requer um período de treinamento e terapia após a cirurgia. Este processo inicia antes de receber o implante e continua depois da cirurgia;
  • Você também passará por uma reabilitação auditiva para ajudá-lo a aprender a interpretar os novos sinais elétricos e a aplicar essas novas habilidades de escuta para se comunicar melhor. Isso ajudará a melhorar o uso do implante. O tempo e a frequência das consultas de reabilitação auditiva dependem de seus objetivos e progresso;
  • É possível que você precise usar pilhas novas ou recarregadas todos os días;
  • Você terá que remover a parte externa do implante ao tomar banho ou nadar, ou então, colocar o acessório desenhado para seu uso em água (Aqua+).

Para descobrir se um implante é adequado para você:

  • Terá que agendar uma consulta com especialistas em implantes cocleares que podem incluir um fonoaudiólogo especializado em audiologia;
  • Pode precisar se consultar com um psicólogo;
  • Deverá passar por exames físicos e auditivos para avaliar sua perda auditiva;
  • Precisará fazer exames de imagem para avaliar a estrutura interna do seu ouvido. Estes podem incluir radiografias ou uma ressonância magnética.

Com informações da American Speach Language Hearing Association.


[1] O implante coclear Hybrid L24 foi desenvolvido para adultos e crianças com mais de 12 meses de idade com perda auditiva neurossensorial bilateral de alta frequência, para o qual as próteses auditivas bilaterais fornecem apenas um benefício limitado. A típica hipoacusia pré-operatória dos candidatos varia de perda auditiva leve a moderada em baixas freqüências