Sinais para detectar a perda auditiva. Identifique-a a tempo!

Implante para adultos Cochlear
outubro 30, 2018

Você acha que está perdendo a sua audição? Apresentar perda auditiva pode ser mais comum do que pensa. Entretanto, ela pode ser evitada se você prestar atenção a alguns sinais.

Ouve bem? Começar a perder a audição pode ser algo que vai acontecendo gradualmente ou pode acontecer de repente, quando você menos espera.

Existem diferentes razões pelas quais um problema auditivo pode aparecer, mas, é possível dizer que a diminuição da audição é um processo natural, considerando que ela diminui quando certa idade é atingida na velhice.

Mesmo assim, em estudo recente, realizado nos Estados Unidos (julho de 2017), foi apontado que a perda auditiva é uma condição que tende a aumentar no país, mesmo entre os jovens: “Estima-se que o número de adultos com 20 anos ou mais que apresenta perda auditiva dobrará nas próximas décadas. Isso significa que a porcentagem de adultos com perda auditiva aumentará de 15% para 22%, ou seja, aumentará de 44 milhões em 2020 para 73 milhões em 2060”.

Você, seu filho ou um ente querido podem estar perdendo a audição e não ser capazes de perceber.

1.Estes são os primeiros sinais que lhe dirão se você está tendo problemas com seus ouvidos:

  • Você tem dificuldade em manter uma conversa.
  • Você se sente cansado ou estressado por ter que se concentrar enquanto escuta alguém falar.
  • Pede às pessoas que repitam o que dizem.
  • Pensa que outras pessoas resmungam ou não falam claramente.
  • Muitas vezes interpreta mal o que os outros dizem e responde de forma inadequada.
  • Assiste à televisão e ouve música com um volume superior quando comparado às outras pessoas.
  • Tem dificuldade de ouvir ao telefone ou ao celular.
  • Ouve zumbidos ou ruídos nos ouvidos.
  • Você pode ainda apresentar outros sintomas, como dor de ouvido ou sensação de vertigem.

Causa: em geral, a perda auditiva pode ser causada por:

  • A idade avançada é a mais comum e, neste caso, a perda auditiva é chamada de presbiacusia.
  • Infecção, por tratamento com drogas ototóxicas (certos antibióticos aminoglicosídeos, em particular gentamicina, estreptomicina e neomicina, e drogas usadas em quimioterapia para o tratamento de câncer, como ciclofosfamida, cisplatina, bleomicina e carboplatina).
  • Cera no ouvido, que pode bloquear os canais auditivos e diminuir a audição.
  • Exposição prolongada a ruídos muito altos e constantes.
  • Doenças como otosclerose, uma doença óssea do ouvido médio, e doença de Ménière, que afeta o ouvido interno.
  • Trauma, especialmente uma fratura do crânio ou perfuração do tímpano.
  • Genética, com histórico familiar de perda auditiva.

2. Sinais de perda auditiva em um ouvido

Pode ser difícil saber se você perdeu sua audição em um ouvido, tendo em mente que você ainda pode ouvir com o outro. Estes são alguns sinais:

  • Sua audição é pior quando o som vem de um lado.
  • Todos os sons parecem mais baixos do que o normal.
  • É difícil saber de onde vem o som.
  • Tem dificuldade em ignorar o ruído de fundo ou distinguir entre diferentes sons.
  • Acha que o que as pessoas dizem não está claro.
  • Tem dificuldade em ouvir em locais com ruídos ou de distância mais longa.

Causa: a perda auditiva em um dos ouvidos geralmente é causada por um som que temporariamente pode não passar pelo ouvido, por exemplo, devido a cerume ou a infecção no ouvido.

Para estar bem informado, você também pode ler: “Tudo o que você deve saber sobre perda auditiva ou surdez”.

3.Sinais de perda auditiva em crianças

Seu filho pode ter um problema de audição se:

  • Demora para aprender a falar ou não é claro ao falar.
  • Não responde quando você o chama.
  • Fala muito alto.
  • Constantemente pede que você repita o que você diz ou responde inadequadamente a perguntas.
  • Aumenta o volume da TV excessivamente.

Causa: alguns bebês nascem com problemas de audição. Outras crianças podem nascer com audição normal, mas, começam a ter dificuldades de audição à medida que crescem.

A maioria das crianças nascidas com perda auditiva pode ser diagnosticada por meio de uma triagem auditiva, que é um check-up que ocorre logo após o nascimento. Mas, em alguns casos, a perda auditiva é causada por condições como infecções, traumas e níveis de ruído prejudiciais e o problema só se instala mais tarde, na infância.

4.Você ou um ente querido sofre com algum desses sintomas? O que fazer?

Se sentir que tem algum desses sintomas, consulte o seu médico o mais rápido possível.

  • A detecção precoce da perda auditiva é um dos passos mais importantes para o tratamento eficaz, especialmente para crianças: quanto mais rápido você tomar medidas, mais você pode evitar impactar o desenvolvimento da criança (linguagem, vida social, aprendizado) e esperar que ela tenha uma vida normal.
  • É importante avaliar com regularidade a capacidade auditiva durante o crescimento do seu filho.
  • Peça ao seu médico especialista para identificar qual tipo de perda auditiva você sofre: perda auditiva leve, perda auditiva moderada, perda auditiva severa ou perda auditiva profunda.

Com quem posso falar?

Um médico especialista pode explicar as opções certas para você ou para seu filho e ajudá-lo a tomar uma decisão com pleno conhecimento da causa.

Se você ainda não tem ninguém para conversar sobre isso, podemos ajudá-lo a encontrar uma clínica ou distribuidor local.

Você também pode estar interessado: “Sete hábitos saudáveis para crianças que sofrem de perda auditiva leve”.


cta-br-implantes-cocleares

Tenha em mente

As informações contidas neste guia são apenas para fins educacionais e não se destinam a diagnosticar, prescrever tratamento ou substituir o aconselhamento médico. Consulte o seu médico ou profissional de saúde sobre tratamentos para perda auditiva. Eles serão capazes de aconselhar sobre uma solução adequada para a sua condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser utilizados apenas conforme indicado pelo seu médico ou profissional de saúde. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países, portanto, alguns dos produtos aqui mostrados podem não estar disponíveis na sua região. Por favor, entre em contato com seu representante local da CochlearTM.