Como é feita uma cirurgia de implante coclear?

Implante cochlear
agosto 16, 2018

Os implantes cocleares são pequenos dispositivos eletrônicos que ajudam pessoas com problemas de audição. Saiba mais sobre a cirurgia de implante coclear.

Os implantes cocleares são usados por pessoas que sofrem de perda auditiva ou hipoacusia (diminuição da capacidade auditiva), de grau severo a profundo. Os implantes cocleares são recomendados para pessoas que são pouco beneficiadas pelos aparelhos auditivos.

Os implantes cocleares podem ser usados em adultos, em crianças e até em bebês nascidos com perda auditiva, ou que a manifestaram após aprender a falar. E, claro, em cada caso, as cirurgias têm seus requisitos específicos e riscos específicos.

Deve ficar bem claro que os implantes cocleares não são o mesmo que usar aparelhos auditivos: ao contrário dos aparelhos auditivos, os implantes cocleares são implantados através de cirurgia.

Qual é a função dos implantes cocleares?

Ao contrário dos aparelhos auditivos, que simplesmente amplificam o som, os implantes cocleares substituem a parte danificada do ouvido interno e enviam os sinais elétricos diretamente ao nervo auditivo. Como os implantes cocleares estimulam diretamente o nervo auditivo, o som pode ser ouvido mais claro em relação aos aparelhos auditivos experimentados por algumas pessoas.

Assim, os resultados dos implantes cocleares podem, em algumas situações, serem mais benéficos do que os aparelhos auditivos.

Pessoas que implantaram esses dispositivos, adultos e crianças, são capazes de ouvir os sons que vêm do ambiente.

Entre outros benefícios, aqueles que sofrem alguma perda auditiva, não terão mais que ler os lábios das pessoas: com os implantes é possível ouvi-los diretamente e, em alguns casos, você pode até usar telefones sem nenhum inconveniente.

Como os implantes cocleares funcionam?

Muitas pessoas sofrem de perda auditiva porque suas células ciliadas no ouvido interno (na cóclea) estão danificadas. O implante coclear permite que o som seja transferido para o nervo auditivo e permite que você ouça. O processo é descrito a seguir:

Implantes Cocleares

  • O microfone no processador de som externo capta o som do ambiente e transforma-o em um sinal digital.
  • O processador de som externo envia esse sinal digital pela antena e através da pele (via frequência de rádio) para o receptor/estimulador (implante coclear interno).
  • O implante coclear converte o som codificado digitalmente em impulsos elétricos e os envia ao longo do feixe de eletrodos localizados na cóclea (o ouvido interno).
  • Os sinais elétricos estimulam o nervo auditivo, dessa forma permitindo que o cérebro (e o usuário do implante coclear) interpretem esses sinais como som.

Todas as pessoas podem usar implantes cocleares?

Não. O implante pode melhorar muito a sua qualidade de vida, mas pode não ser adequado para todas as pessoas com perda auditiva.

Os requisitos para um implante são extremamente delicados. Mesmo assim, a tecnologia avança e possibilita, por exemplo, que até bebês possam usar esses implantes.

No caso das crianças, devemos mencionar alguns requisitos que, embora compartilhem com os adultos, devem ser cuidadosamente seguidos.


cta-br-implantes-cocleares

Consulte o seu médico, fonoaudiólogo ou profissional de saúde sobre tratamentos para perda auditiva. Eles serão capazes de aconselhá-lo sobre uma solução adequada para a condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser utilizados apenas conforme indicado pelo seu médico ou fonoaudiólogo.

  • Atualmente, crianças com 1 ano de idade já são candidatas a usar implantes cocleares. Isso pode mudar nos anos seguintes, uma vez que já foi realizada a instalação desses implantes em bebês.
  • Tenha em mente que não se trata de ouvir com “normalidade”, mas trata-se de uma abordagem para ouvir da melhor forma possível.
  • As crianças devem realizar diferentes avaliações/exames, por exemplo, dos ouvidos, nariz e garganta. Realização de audiometrias. Além disso, imagens de ressonância magnética e / ou tomografia do cérebro e do ouvido interno são necessárias.
  • No caso de crianças, a assistência psicológica é essencial para determinar sua compatibilidade com o uso de implantes.

Como é feita uma cirurgia de implante coclear?

com_es_una_cirugia_de_implante-coclear-3

O procedimento não muda muito em crianças ou em adultos:

  • Primeiro, se administra uma anestesia geral aos pacientes.
  • Uma incisão é feita atrás da orelha. Dependendo do caso, parte do cabelo que pode estar atrapalhando é raspada. Com a ajuda de um microscópio, o osso que está atrás da orelha (chamado de mastoide) é brocado para abrir um orifício que permite inserir o componente interno do implante.
  • O feixe de eletrodos é passado para a cóclea.
  • O receptor/estimulador de sinal é apoiado em uma cavidade próxima da orelha e, ao mesmo tempo, está próximo o suficiente da pele para a transmissão do sinal (fará o cantato com o processador de som externo via antena).

A cirurgia de implante coclear leva aproximadamente de duas a três horas. É um procedimento de rotina para otorrinolaringologistas especializados.

O fonoaudiólogo também pode estar presente na sala de cirurgia. Sua tarefa é conectar o implante coclear a um computador, para que se possa verificar se o implante funciona e se está adequadamente colocado, uma vez conectado.

É necessário esclarecer que, se houver crianças com indicação para cirurgia de implante coclear, é possível colocar dois implantes cocleares, um em cada ouvido. Isso é chamado de “implante coclear bilateral“. Nestes casos, os implantes podem ser colocados simultaneamente na mesma cirurgia. Os especialistas lhe darão as recomendações corretamente.

Quais são os possíveis riscos de uma cirurgia de implante coclear?

Atualmente, a cirurgia de implante coclear é muito segura. Mesmo assim, é necessário conhecer os diferentes riscos e consequências da operação, lembre-se que toda cirurgia possui riscos que devem ser considerados pelo paciente e seus familiares:

  • Dificuldades com a cicatrização da ferida.
  • Pele que se rompe sobre o local do dispositivo.
  • Possíveis infecções da pele ou do local do implante.
  • Tonturas.
  • Paralisia facial.

Você pode consultar outros riscos visitando esta página da Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA (em espanhol ou inglês).

Ativação de implantes cocleares

O processo total de implementação requer dois momentos. Primeiramente, a cirurgia para colocar o implante. Num segundo momento, após cerca de quatro semanas ou um mês, o implante é ativado com a colocação do processador de som externo. Para os pacientes, este é um momento muito especial, porque é a fase em que eles finalmente ouvirão o mundo de uma maneira diferente. Isso geralmente é chamado de “o dia da minha conexão” ou “o dia da minha ativação”.

Uma vez ativado, os implantes são ajustados. Esta é a tarefa dos fonoaudiólogos. Eles programam os dispositivos e ajustam os sons para um nível necessário. Esta será uma tarefa contínua. As crianças irão periodicamente às sessões de ajuste.

Programas de treinamento

No entanto, o processo não termina com a colocação do implante e ajuste, também é necessário treinar crianças e parentes no uso dos implantes cocleares.

Recomenda-se que familiares e crianças participem de oficinas de fala e linguagem e/ou sessões de reabilitação auditiva. O objetivo destas é que eles possam ser treinados em seu uso e interpretar os sons criados por um implante coclear.

O principal objetivo dessas sessões é que tanto os membros da família quanto as crianças aprendam os sons pouco a pouco. Progressivamente desenvolvem estratégias, técnicas que lhes permitem recriar situações cotidianas. São exercícios importantes para incentivar a “nova” audição de crianças e até de idosos.

Conclusão: os implantes cocleares são importantes?

Os implantes cocleares são projetados para ajudar adultos e crianças com perda auditiva severa a profunda que sejam pouco ou nada beneficiados pelos aparelhos auditivos.

O benefício esperado é a recuperação auditiva e a capacidade de desenvolver e/ou compreender a linguagem oral de maneira “normal”.

Estas são apenas algumas das razões que demonstram a importância dos implantes cocleares. Se você é uma mãe ou um pai preocupado, você deve consultar um especialista, que pode lhe dar detalhes específicos sobre o caso de seu filho e as implicações da cirurgia, que geralmente não resultam em complicações maiores.

Por que não dar esse passo que trará grandes benefícios para a educação de seus filhos e uma melhor qualidade de vida?


Fontes:

*https://www.cochlear.com/au/home/understand/hearing-and-hl/hl-treatments/cochlear-implant/how-it-works

*https://medlineplus.gov/spanish/ency/article/007203.htm

*http://www.stanfordchildrens.org/es/service/hearing-center/cochlear-implant/surgery

*https://www.queremosoir.com/iwh-la/home/hearing-loss-solutions/implantable-solutions/cochlear-implants

AVISO LEGAL

As informações contidas neste guia são apenas para fins educacionais e não se destinam a diagnosticar, prescrever tratamento ou substituir o aconselhamento médico. Consulte o seu médico ou profissional de saúde sobre tratamentos para perda auditiva. Eles serão capazes de aconselhar sobre uma solução adequada para a sua condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser utilizados apenas conforme indicado pelo seu médico ou profissional de saúde. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países, portanto, alguns dos produtos aqui mostrados podem não estar disponíveis na sua região. Por favor, entre em contato com seu representante local da Cochlear.