A evolução do sistema Baha® 1977 – 2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Em 1977, Mona Andersson se tornou a primeira beneficiária mundial de um implante de condução óssea. A partir desse momento importante, ao longo de mais de quatro décadas, a tecnologia de condução óssea evoluiu e se aprimorou com base no lançamento do processador de som Cochlear™ Baha® 6 Max. Do processador de som HC-100, o primeiro protótipo de uso na cabeça, ao pequeno e poderoso Baha 6 Max, a tecnologia de condução óssea continuou a se desenvolver através de uma jornada empolgante, ajudando milhares de beneficiários ao redor do mundo a ouvir melhor e permanecer conectados à vida que desejam.

Primeira beneficiária de um implante de condução óssea do mundo

Mona Andersson

...meu maior desejo era ouvir a voz da minha filha”

disse Mona, a primeira beneficiária de um implante de condução óssea do mundo.

40 anos do Cochlear™ Baha®

Após lutar contra infecções crônicas de escarlatina e perda de audição desde criança, aos 40 anos Mona disse: “eu não tinha nada a perder quando aceitei a proposta do Dr. Tjellström de receber um implante de condução óssea.”

Em 1977, a tecnologia de condução óssea estava começando a surgir, graças aos esforços contínuos do Professor Brånemark e do Dr. Anders Tjellström. 

Em 1982, uma colaboração única entre Anders Tjellström, Bo Håkansson e Peder Carlsson, professores do Chalmers Institute, resultou no desenvolvimento do primeiro protótipo de condução óssea.

Dr. Anders Tjellström 1987 - 1997: mais inovação, novos países e os primeiros cinco mil pacientes

O interesse e a consciência da intervenção se espalharam pela Europa ao longo da década de 1980, com um número crescente de relatórios clínicos revelando resultados positivos em beneficiários de implantes de condução óssea. Particularmente, no Reino Unido, Holanda e Suécia, o tratamento se tornou mais comum e fazia parte das opções disponíveis para pessoas com perda auditiva.

O primeiro processador de som de condução óssea, do mundo, o HC-100, que se tornou comercialmente disponível em 1985, foi seguido por uma versão aprimorada em 1988 – o HC-200. Em poucos anos, outro novo processador foi lançado, o Classic 300, seguido de perto pelo modelo Baha 360. Os novos processadores deram passos consideráveis para aumentar a facilidade de uso do sistema. Os pacientes que se adaptaram com um sistema auditivo de condução óssea na década de 1990 relataram maior conforto em comparação com aparelhos auditivos convencionais.¹

Processador de som 300

O processador de som Classic 300 foi lançado em 1993

O implante de condução óssea atingiu um marco muito importante em 1996, quando o FDA aprovou o uso do Sistema Baha nos EUA. O resultado da abertura de um mercado tão grande e novo foi simplesmente incrível – em 1997, cinco mil pessoas estavam ouvindo melhor com a ajuda do sistema Baha!

O ano de 1997 também foi marcado por outro evento decisivo – o lançamento do Baha Cordelle. Foi o primeiro dispositivo superpotente do mundo, projetado para pessoas com perda auditiva mais grave. Isso significava que as pessoas que tinham dificuldade para ouvir, apesar das tentativas com aparelhos auditivos, agora teriam acesso a níveis de potência altos o suficiente para compensar sua perda auditiva. O Baha Cordelle também foi equipado com a primeira geração de acoplamento rápido que melhorou a conexão entre o processador de som e o implante.

1997 - 2007: a dinâmica de um setor em pleno movimento

De 5.000 usuários em 1997 para impressionantes 50.000 em 2007, o setor impulsionou a inovação em tecnologia e se expandiu para mais localizações geográficas. Não era mais uma prática emergente, mas um tratamento padronizado para pessoas com perda auditiva condutiva, perda auditiva mista e surdez unilateral (SSD, do inglês single-sided deafness).

Uma versão aprimorada foi lançada em 1999 (junto com um novo abutment) que substituiu totalmente o acoplamento de baioneta que o sistema Baha anterior usava. Este acoplamento continua sendo a tecnologia de acoplamento padrão vista nos sistemas atuais.

O primeiro processador de som a apresentar o novo acoplamento rápido foi o Baha Cordelle II, também lançado em 1999. O novo processador substituiu o Cordelle anterior, melhorando a unidade usada no corpo. Um ano depois, em 2000, o Baha Compact foi lançado para substituir o Baha 360, apresentando componentes eletrônicos aprimorados e um microfone direcional opcional.

Baha compact

Foto: Processador de som Baha Compact

A primeira solução Baha não implantável do mundo, o Baha Softband, foi lançada no mercado em 2002. O Softband permitiu que as crianças se beneficiassem de um sistema Baha antes de estarem prontas para um implante. Até o momento, ainda é a solução recomendada para tratamento pediátrico (até que a criança esteja pronta para um implante) e para demonstração/teste.

Baha en niños

2005 foi mais um ano que marcou uma grande mudança na trajetória do setor de condução óssea. Foi o ano em que a Cochlear Ltd adquiriu a empresa sueca Entific Medical Systems, a empresa que vinha desenvolvendo e produzindo o Baha System como um subproduto da Nobel Biocare (originalmente Bofors Nobelpharma, uma empresa que foi formada para industrializar a descoberta de osseointegração de Brånemark). Uma nova divisão da Cochlear foi criada, a Cochlear Bone Anchored Solutions AB, e esta divisão assumiu a produção e o desenvolvimento do sistema de condução óssea sob a marca Baha. Nesse mesmo ano, a Cochlear lançou o processador de som Baha Divino. Foi o primeiro processador de som digital, uma tecnologia que ajudou a melhorar ainda mais os resultados da audição e deu mais controle para os usuários.

Baha divino

Foto: Baha Divino, o primeiro processador de som digital do mundo

Em 2007, a Cochlear lançou outro processador de som, o Baha Intenso, que foi o primeiro dispositivo elétrico para uso na cabeça. Como o Baha Divino, também apresentava processamento digital de sinal. Esse portfólio novo e completo deu a mais pessoas mais opções; com três dispositivos adequados para diferentes níveis de perda auditiva – o Baha Divino para uso na cabeça (para até 45 dB SNHL) e Baha Intenso (para até 55 dB SNHL) e o Baha Cordelle II para uso no corpo (para até 65 dB SNHL).

Foto: Baha Intenso, o primeiro processador de som potente do mundo para uso na cabeça

2007 - 2017: visões da tecnologia de ponta do futuro

Quando o professor Brånemark descobriu acidentalmente a osseointegração na década de 1950, a comunidade científica ficou surpresa em desconfiança. Atrever-se a pensar que o titânio, um elemento inorgânico se fundiria com o tecido ósseo e ainda tentar evoluir a observação em pesquisa científica, era considerado ultrajante. Com o passar dos anos, as aplicações de sua descoberta se espalharam de implantes dentários a aparelhos auditivos, e hoje milhões de pessoas se beneficiam de soluções osseointegradas.

“A tecnologia já percorreu um longo caminho. Um processador de som com capacidade de se adaptar a diversos ambientes de ruído era algo que nunca tínhamos imaginado anos atrás”, disse o Dr. Anders Tjellström em uma entrevista fazendo referência à atual geração de processadores de som da Cochlear.

Em 2009, foi lançado o Baha BP100 – o primeiro processador de som totalmente programável desenvolvido exclusivamente para condução óssea. O processador melhorou a compreensão da fala em até 25%  em comparação com a geração anterior (Baha Divino).

Baha® BP 100

Em 2011, o Baha BP110 Power seria o primeiro processador de som potente com processamento de sinal automático avançado, proporcionando compreensão de fala aprimorada em mais de 50% em comparação com a geração anterior (Baha Intenso).

Outro grande avanço ocorreu em 2013 com o lançamento do processador de som Baha 4. Foi o primeiro processador sem fio do mundo e estava disponível com uma gama completa de acessórios sem fio. Embora parecesse com a geração anterior (do BP100), o interior era totalmente novo e apresentava, novamente pela primeira vez, um classificador de cenários que se adaptava automaticamente ao ambiente sonoro para melhorar a experiência auditiva.

Mas em 2013, um novo abutment revolucionaria o setor. O Baha BA400 (DermaLock™) foi o primeiro abutment projetado e aprovado para cirurgia de preservação de tecidos moles. De 1977 a 2013, o tecido mole ao redor do abutment precisava ser removido para estabilizar a área ao seu redor. Com uma nova superfície de hidroxiapatita projetada para se integrar ao tecido mole, o DermaLock Abutment permite que os cirurgiões deixem o tecido mole circundante no lugar, melhorando de forma radical os resultados estéticos, reduzindo o tempo de cirurgia e acelerando a cicatrização. Ele agora é o procedimento padrão e a redução de tecidos moles é coisa do passado.

Imagen: Baha® 4 o primer processador de som sem fio do mundo

Em 2015, com o lançamento do processador de som Baha 5, surgiram duas novas tecnologias que tornariam os novos processadores não apenas muito mais inteligentes, mas também muito menores – sem perder potência. A primeira dessas tecnologias foi um transdutor simétrico totalmente novo, o BCDrive™, que era duas vezes mais eficiente do que o design anterior. Para o processador de som Baha 5, essa eficiência foi usada para diminuir o tamanho do transdutor, que está diretamente relacionado ao tamanho geral do processador. Isso tornou o novo processador mais de 20% menor do que a versão anterior e abriu a possibilidade de uma nova estética de design. O design elegante, ergonomia e usabilidade do dispositivo foram reconhecidos quando o Baha 5 recebeu o prêmio Red Dot Design em 2015.

Baha 5

Imagem: O premiado processador de som Baha®5 é o nosso menor processador de som. Ele oferece processamento de sinal SmartSound® iQ e conexão wireless inteligente, sendo o processador de som de condução óssea mais popular já feito.

O segundo avanço tecnológico permitiu a transmissão direta e controle de dispositivos Apple®. O Baha 5 foi o primeiro processador de som equipado com Bluetooth Smart, um protocolo Bluetooth® de baixa energia desenvolvido para a Internet das Coisas (IoT). Ele permite a troca de dados entre o processador de som e o iPhone® com consumo mínimo de energia e é usado na maioria dos dispositivos vestíveis atualmente. Trocar dados simples é uma coisa, mas possibilitar a transmissão de som dessa forma exige trabalho adicional e desenvolvimento de tecnologia. É aí que a Apple entra. A Apple trabalhou com o setor de aparelhos auditivos e implantes e desenvolveu a tecnologia de aparelhos auditivos Made for iPhone que possibilitou esta transmissão direta. O sistema Baha 5, com o processador de som Baha 5, foi o primeiro sistema auditivo implantável que apresentou a tecnologia Made for iPhone, permitindo que as pessoas transmitissem som dos dispositivos iPhone e iPad® diretamente para o ouvido! Ao mesmo tempo, um aplicativo Smart (aplicativo Baha 5 Smart) foi lançado para permitir que as pessoas controlassem seu processador de som diretamente do telefone, sem a necessidade de quaisquer dispositivos adicionais, como dongles para uso no pescoço.

Transformações tecnológicas incríveis

Isabella

Imagem: Isabella, beneficiária do Baha Attract

Produtos inovadores continuaram a ser desenvolvidos para ampliar as opções disponíveis para pessoas com perda auditiva condutiva, perda auditiva mista e SSD. O sistema Baha Attract, o primeiro sistema magnético osseointegrado do mundo, foi disponibilizado em 2014. Com o seu lançamento, o sistema Cochlear Baha ofereceu mais possibilidades do que nunca. Agora as pessoas podiam escolher entre um implante magnético sob a pele, um sistema de abutment ou uma solução não cirúrgica como o Baha Softband, que foi projetado para crianças muito jovens ou não prontas para um implante.

Imagem: O sistema Baha® Attract – um processador de som Baha 5 Power com uma conexão magnética ao implante

O lançamento do processador de som Baha 5, o menor e mais inteligente do mundo, em 2015 foi seguido um ano depois pela versõ potente. O Baha 5 Power fornecem uma faixa de adaptação de 55 dB SNHL, e são projetados para pacientes que precisam de amplificação adicional devido a um grau mais alto de perda auditiva.

O Power usará as mesmas tecnologias revolucionárias – BCDrive e Made for iPhone – que o processador do som Baha 5 para fornecer excelente qualidade de transmissão direta de som e sem fio para o dispositivo.

2021 – Apresentação do processador de som Baha 6 Max – um som tão potente nunca esteve em algo tão pequeno

Baha 6 MAX

As últimas quatro décadas viram grandes avanços na tecnologia de condução óssea, culminando na próxima evolução do som: o processador de som Baha 6 Max. Com uma gama de ajuste de até 55 dB SNHL (nível de audição neurossensorial) no mesmo tamanho dos atuais dispositivos de 45 dB1, o Baha 6 Max é o primeiro do gênero: um processador de som de condução óssea de potência premium projetado para desempenho auditivo poderoso. O Baha 6 Max também é o primeiro processador de som de condução óssea a oferecer transmissão direta dos dispositivos Apple e Android™.2 O novo processador oferece energia adicional na menor forma1, 3 e é projetado para proporcionar o som mais claro, rico e natural possível, reduzindo a necessidade de escolher entre desempenho auditivo e tamanho.

Isenção de responsabilidade

† O processador de som Baha 5 com a nova plataforma Ardium™ Smart é o primeiro processador de som que pode transmitir som diretamente de um iPhone, ® iPad® ou iPod® touch. Sem dispositivo secundário, nem hardware volumoso usado no pescoço – apenas um som claro e nítido diretamente para o processador de som.

‡ O Baha deve ser ajustado/usado em uma faixa suave em beneficiários com idade igual ou inferior a 5 anos.

© Cochlear Limited 2021. Todos os direitos reservados. Hear now. And always e outras marcas comerciais e registradas são propriedade da Cochlear Limited ou Cochlear Bone Anchored Solutions AB. Os nomes de empresas e produtos reais mencionados aqui podem ser marcas comerciais de seus respectivos proprietários.

Consulte um profissional de saúde para conhecer os tratamentos para perda auditiva. Os resultados podem variar, e o profissional de saúde explicará os fatores que podem afetar o resultado. Leia sempre as instruções de uso. Alguns produtos não estão disponíveis em todos os países. Entre em contato com o representante local da Cochlear para obter informações sobre o produto. As opiniões expressas aqui são dos indivíduos. Consulte um profissional de saúde para saber se você pode usar a tecnologia Cochlear.

O aplicativo do Baha Smart da Cochlear está disponível na App Store e no Google Play.

Apple, o logotipo Apple, FaceTime, logotipo Made for iPad, logotipo Made for iPhone, logotipo Made for iPod, iPhone, iPad Pro, iPad Air, iPad mini, iPad e iPod touch são marcas registradas da Apple Inc., registradas nos EUA e em outros países. App Store é uma marca de serviço da Apple Inc., registrada nos EUA e em outros países.

Android é uma marca comercial da Google LLC. O robô Android é reproduzido ou modificado a partir do trabalho criado e compartilhado pela Google e usado de acordo com os termos descritos na Licença de atribuição Creative Commons 3.0. Google Play e o logotipo Google Play são marcas comerciais da Google LLC.

A marca nominativa e os logotipos Bluetooth® são marcas registradas de propriedade da Bluetooth SIG, Inc. e qualquer uso de tais marcas pela Cochlear é feito sob licença.

Referências

  1. Land J. Comparison tech data Baha 6 Max, legacy and competition. Cochlear Bone Anchored Solutions AB, Suécia. 2020; D1762475.
  2. O processador de som Cochlear Baha 6 Max é compatível com os dispositivos Apple e Android. Para obter informações sobre compatibilidade, acesse cochlear.com/compatibility.
  3. Hoffman J. Subjective evaluation of clear rich and natural sound. Cochlear Bone Anchored Solutions AB, Suécia. 2020; D1788013.
  4. Em um caso de uso médio com prescrições semelhantes. Davidsson B. Technical Report: Battery autonomy in Baha 6 Max vs Baha 5. Cochlear Bone Anchored Solutions AB, Suécia. 2020; D1770958.
  5. Leung B. Technical Report: Baha 6 Max data analysis and correlation report. Cochlear Bone Anchored Solutions AB, Suécia. 2020; D1772435.
  6. Van Eeckhoutte M, Folkeard P, Glista D, Scollie S. Speech recognition, loudness, and preference with extended bandwidth hearing aids for adult hearing aid users. Int J Audiol. 2020;1-12.
  7. Hua H. Baha 6 Max Home test CIR CBAS5779. Cochlear Bone Anchored Solutions AB, Suécia. 2021; D1801512.
  8. Bergs T. Technical Report: Performance comparison A1 vs A2 actuators. Cochlear Bone Anchored Solutions AB, Suécia. 2020; D1770991.
  9. “Baha – A Third Option for Otosclerosis”. Nobel Biocare International Updates 2/96. Volume 5, No.2, 1996, pp. 3

D1864692