Riscos e soluções da saúde auditiva, veja um panorama amplo

Riscos e solucoes da saúde auditiva
setembro 3, 2020

Manter uma boa saúde auditiva e evitar doenças do ouvido são ações chave para ter uma boa qualidade de vida. Saiba quais são os fatores que podem afetar sua capacidade de escutar.

Cerca de 466 milhões de pessoas no mundo apresentam perda auditiva segundo números da Organização Mundial da Saúde. Isso faz com que condições como a perda auditiva bilateral e o uso de soluções auditivas de última tecnologia sejam cada vez mais comuns.

Por isso, a saúde auditiva e o cuidado dos ouvidos são temas que ganham cada vez mais espaço nos programas de saúde pública, à medida que a população global cresce e o ambiente se torna mais barulhento e poluído todos os dias.

Para entender as causas da perda auditiva se necessita relevância e talvez você se surpreenda em saber que podem ser adquiridas (geradas por agentes externos) ou congênitas.

É fundamental reconhecê-las e evitá-las, principalmente quando a quarentena causada pelo COVID-19 pode aumentar a probabilidade de exposição a alguns destes fatores, como dispositivos de entretenimento com volumes elevados, por exemplo.

Quais elementos cotidianos podem prejudicar minha saúde auditiva?

Neste caso falamos dos fatores adquiridos que podem gerar perda auditiva a qualquer idade, muitos deles relacionados com nossos estilos de vida:

  • O barulho excessivo de maquinarias, motores, explosões, bipes, etc;
  • Exposição prolongada à música com volume alto (com ou sem aparelhos auditivos);
  • Líquido no ouvido;
  • Doenças como o sarampo, meningite e caxumba;
  • Infecções no ouvido;
  • Impactos na cabeça ou nos ouvidos;
  • Envelhecimento;
  • Obstrução do canal auditivo;
  • Alguns medicamentos contra tuberculose, malária, infecções e alguns tipos de câncer.

É possível nascer com perda auditiva?

Sim, é possível herdá-la ou nascer assim, por complicações durante o parto. Estes são os fatores congênitos:

  • Falta de oxigênio durante o parto;
  • Baixo peso ao nascer;
  • Doenças da mãe durante a gravidez: algumas infecções, rubéola ou sífilis;
  • Casos graves de icterícia (coloração amarela da pele e mucosas) do recém-nascido;
  • Mal uso de medicamentos ototóxicos, antimaláricos e diuréticos, assim como aminoglicosídeos.

60% dos casos de perda auditiva em crianças podem ser prevenidos.

$750 bilhões de dólares é o custo mundial gerado todos os anos por não atender os casos de perda auditiva.

Que posso fazer para não prejudicar minha saúde auditiva?

Proteção auditiva ao trabalhar, audiometrias periódicas, autocuidado, campanhas de saúde auditiva, entre outras, são algumas medidas que podem ser tomadas para prevenir doenças da audição.

Muitas pessoas surdas poderiam ter evitado sua condição ao possuir mais conhecimento sobre como cuidar dos ouvidos. 

Escutar sem riscos a sua música favorita e aumentar os cuidados do sentido da audição permite evitar problemas do ouvido.

Como fazer isso?

Hábitos de cuidado

Hábitos de cuidado saúde auditiva

Estas medidas para cuidar dos ouvidos permitirão evitar transtornos auditivos e desfrutar plenamente do sentido da audição. Escutar os sons do mundo e as vozes de quem nos rodeia é um aspecto fundamental para nos sentirmos realizados como pessoas.

Tenha em conta
A informação neste guia é somente para fins educativos e não tem a intenção de diagnosticar, prescrever tratamento ou substituir o conselho do médico. Consulte o seu médico ou profissional da saúde sobre os tratamentos para a perda da audição. Eles poderão assessorar sobre uma solução adequada para a sua condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser usados somente segundo as indicações do seu médico ou profissional da saúde. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países. Por favor, entre em contato com seu representante local da Cochlear™.

D1763986