Passo a passo para chegar a uma solução auditiva

chegar a uma solução auditiva
dezembro 29, 2019

Você já se perguntou alguma vez qual poderia ser a principal dúvida das pessoas que apresentam ou têm sentido ultimamente que estão sofrendo algum tipo de perda auditiva? Pois bem, aqui esclarecemos algumas das principais e mais frequentes dúvidas.

Normalmente, os pacientes já fizeram algum tipo de pesquisa ou receberam alguma recomendação de pessoas próximas, amigos ou até mesmo de pessoas que já passaram ou ainda estão passando por esta experiência. A equipe de Concierge Brasil da Cochlear sempre se comunica com os pacientes através de ligações telefônicas, porém, como muitas pessoas acabam não atendendo uma ligação de um número desconhecido, o primeiro contato pode ser feito através de mensagens de texto, utilizando os aplicativos mais populares e de maior alcance para esse fim. 

É muito comum receber pacientes que já foram diagnosticados por um especialista e que já sabem que sofrem de perda auditiva e, inclusive, já sabem até o nível de perda que apresentam. De qualquer forma, mesmo com toda essa informação, muitas vezes acabam interrompendo o acompanhamento médico para chegar à solução auditiva mais adequada e muitas vezes, permanecem utilizando um aparelho auditivo que já não oferece mais uma qualidade auditiva. Porém, são pessoas sempre muito dispostas a conhecer novas tecnologias e opções para assim encontrar a melhor solução auditiva. 

A instrução que damos para essas pessoas é bastante criteriosa e segue sempre o mesmo padrão. Desde o início deixamos bem claro que cada pessoa tem uma necessidade específica e que o diagnóstico somente pode ser dado por um médico especialista ou por um profissional da saúde para entender exatamente quais são as necessidades. Como exemplo, abaixo colocamos a mensagem que inicialmente é enviada para as pessoas que estão buscando uma solução auditiva: 

O otorrinolaringologista é o profissional capacitado para informar se a solução auditiva pesquisada se adequa a sua perda auditiva. Dessa forma, primeiro serão feitos exames e posteriormente o diagnóstico do nível da perda, com consequente prescrição da solução auditiva adequada. 

Após ter realizado todos os exames recomendados pelo médico e já com os resultados do nível da perda auditiva, o paciente saberá quais são as diferentes soluções e qual é a mais recomendada para o seu caso específico. 

Em um primeiro momento, depois de ter passado pelas etapas anteriormente mencionadas, dependendo do caso, o paciente deverá fazer uso de um aparelho auditivo, para identificar qualquer melhoria ou para saber se atinge os resultados esperados com essa solução. Passado o período de prova, o paciente será novamente avaliado pelo médico que apresentará novas soluções se for o caso. Além disso, se realizará o diagnóstico final da perda auditiva para saber se o grau equivale a moderado ou severo profundo. 

Depois de avaliada a perda auditiva e definida conjuntamente com o médico especialista sobre a necessidade de um implante coclear como solução, o paciente deverá iniciar o processo com o seu plano de saúde, que poderá ser da seguinte maneira:

  • Através do SUS (Sistema Único de Saúde). O SUS cobre todo o tratamento para o paciente com perda auditiva diagnosticada por um médico especialista e depois de ter passado pelo período de prova (se for o caso) com o aparelho auditivo, sem ter evidenciado qualquer melhoria com essa solução auditiva;
  • Plano de saúde particular. O plano de saúde particular indicará, segundo as características de cobertura do seu cliente, quais deverão ser os próximos passos para gerar a autorização do implante coclear.
  • Particular. Essa é a modalidade menos comum entre os pacientes com perda auditiva, tendo em vista que o SUS e o plano de saúde particular cobrem os custos da cirurgia de implante coclear.

Após a constatação da necessidade de implante, os passos seguintes são os mesmos para o SUS ou plano de saúde, o que diferencia, além do tempo do tratamento, é que no SUS o paciente não tem a escolha da marca e modelo do processador. 

Para os casos diagnosticados de perda auditiva entre moderada e severa profunda, o paciente receberá do médico as instruções sobre o implante coclear como solução para a sua perda e assim, o paciente poderá iniciar o processo com o seu plano de saúde ou pelo SUS (Sistema Único de Saúde). 

Seja qual for o caminho escolhido para tramitar o seu processo para um implante coclear, o paciente deverá considerar os seguintes requisitos, na seguinte ordem: 

Plano de saúde 

1. O paciente é avaliado por um médico especialista (otorrinolaringologista).

2. O paciente deverá passar pelo processo de provas com o aparelho auditivo por 3 meses.

3. Nova avaliação com o médico especialista para identificar a eficácia do tratamento com o aparelho auditivo.

4. Dependendo do caso e grau de perda auditiva do paciente, o médico poderá recomendar um implante coclear. 

5. Após identificada a necessidade do implante coclear, o paciente inicia o processo para a realização da cirurgia.

6. A cirurgia do implante coclear é realizada.

7. Acompanhamento do médico/fonoaudiólogo e início das terapias de reabilitação auditiva. 

SUS 

1. O paciente é avaliado por um médico (clínico geral).

2. O clínico geral encaminhará o paciente para o especialista (otorrinolaringologista).

3. O paciente entra na fila de espera. (A fila de espera refere-se ao aparelho auditivo).

4. O paciente deverá passar pelo processo de provas com o aparelho auditivo.

5. Nova avaliação com o médico especialista para identificar a eficácia do tratamento com o aparelho auditivo.

6. Dependendo do caso e grau de perda auditiva do paciente, o médico poderá recomendar um implante coclear.

7. Após identificada a necessidade do implante coclear, o paciente será encaminhado para um Centro SUS especialista em implante.

8. A cirurgia do implante coclear é realizada.

9. Acompanhamento do médico/fonoaudiólogo e início das terapias de reabilitação auditiva. 

 

Em outras palavras e ainda mais resumidamente, esse é o caminho passo a passo para encontrar a solução auditiva: 

1° passo – Exame feito por um especialista (otorrinolaringologista).

2° passo – Diagnóstico do especialista (identificação do grau de perda auditiva).

3° passo – Iniciar o período de provas com o aparelho auditivo (3 meses). 

4° passo – Nova avaliação com o especialista que definirá a possibilidade de outras soluções auditivas, se for o caso.

5° passo – O médico especialista poderá recomendar um implante coclear.

6° passo – Cirurgia de implante coclear.

7° passo – Processo de reabilitação auditiva com os profissionais especialistas. 

Você também poderá entrar em contato com um dos voluntários da Cochlear®para tirar outras dúvidas, pedir esclarecimentos ou simplesmente conhecer mais uma história bem-sucedida no caminho para a audição. 

Tenha em conta
A informação neste guia é somente para fins educativos e não tem a intenção de diagnosticar, prescrever tratamento ou substituir o conselho do médico. Consulte o seu médico ou profissional da saúde sobre os tratamentos para a perda da audição. Eles poderão assessorar sobre uma solução adequada para a sua condição de perda auditiva. Todos os produtos devem ser usados somente segundo as indicações do seu médico ou profissional da saúde. Nem todos os produtos estão disponíveis em todos os países. Por favor, entre em contato com seu representante local da Cochlear™.